Mediações da informação: sentidos sócio-históricos

Ana Amélia Lage Martins, Regina Maria Marteleto

Resumo


O termo mediação apresenta-se no campo de estudos da informação como importante categoria que orienta as diferentes questões relacionadas à produção, acesso, consumo, apropriação e organização de informações. Considerando a relevância que o termo adquiriu na Ciência da Informação e a polissemia que marca o seu uso, o artigo tem em vista apresentar reflexões derivadas de pesquisa de pós-doutorado que buscou, entre outros objetivos, explorar a gênese histórica e filosófica do termo, bem como apontar perspectivas do seu uso na construção e apreensão dos objetos info-comunicacionais na contemporaneidade. Para tanto, investiga as raízes do conceito na dialética (G.W.F. Hegel; K. Marx) e sua reformulação por meio do construto "mediação social" no campo comunicacional (M. Martín Serrano). Finalmente, consideram-se abordagens de linhagem francesa das Ciências da Informação e da Comunicação (Y. Jeanneret; J. Davallon) sobre a economia das escritas na web, com foco nas formas microdocumentárias. Essas diferentes abordagens mostram-se complementares no sentido de abarcar diferentes planos das mediações da informação - macro e micro sociais, teórico-conceituais e empírico-aplicados, documentários e processuais - em suas múltiplas e relacionais determinações.
Palavras-chave: mediação e informação; mediação dialética; mediação social

Palavras-chave


mediação e informação; mediação dialética; mediação social

Texto completo:

PDF

Referências


ABBAGNANO, N. Dicionário de Filosofia. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

ALMEIDA, Marco Antônio de. Mediação cultural e da informação: considerações socioculturais e políticas em torno de um conceito. In: ENANCIB, 8, 2007, Salvador, BA. Anais... Promovendo a inserção internacional da pesquisa brasileira em Ciência da Informação. Salvador, BA: Universidade Federal da Bahia, 2007. p.1-16

BOLAÑO, C. R. S. Indústria cultural, informação e capitalismo. São Paulo: Hucitec/Polis, 2000.

BOLAÑO, C. Crítica e emancipação nos estudos da informação, da comunicação e da cultura. Epitic, Rio de Janeiro, v.20, n.1, p. 100-110, 2018.

BOTTOMORE, T. Dicionário do pensamento marxista. São Paulo: Zahar, 2010.

CARDOSO, Ana Maria Pereira. Retomando possibilidades conceituais: uma contribuição à sistematização do campo da informação social. Revista da Escola de Biblioteconomia da UFMG, Belo Horizonte, v. 23, n. 2, p. 107-114, 1994.

CIAVATTA, M. O conhecimento histórico e o problema teórico-metodológico das mediações. IN: FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M (Org). Teoria e educação no labirinto do capital. Petrópolis: Vozes, 2001, p. 2017- 245.

DAVALLON, J. L’économie des écritures sur le web. Paris: Hermès Science- Lavoisier, 2012. v. 1.

DAVALLON, J. A mediação: a comunicação em processo?. Prisma.com, n 4, p. 3-36, 2007. Disponível em http://prisma.cetac.up.pt/A_mediacao_a_comunicacao_em_processo.pdf. Acesso em 14

DAVALLON, J. “Objeto concreto, objeto científico, objeto de investigação”. Prisma.com, n.2, p. 33-48, 2006.

GUNN, R. Marxism and mediation. Common Sense, n. 2, jul, 1987.

HEGEL, W, F. Ciência da Lógica: a doutrina do Ser. Petrópolis : Vozes, 2017.

INWOOD, M. Dicionário Hegel. Rio de Janeiro: J. Zahar, 1997.

JAPIASSÚ, H., MARCONDES, D. Dicionário Básico de Filosofia. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

JEANNERET, Y. A relação entre uso e mediação no campo de pesquisa em informação e comunicação na França. RECIIS, Revista Eletrônica de Comunicação, Informação e Inovação em Saúde, vol. 3, n°3, p. 25-34, 2009.

JEANNERET, Y. Analisar as redes sociais como dispositivos infocomunicacionais: uma problemática. In : TOMAEL M.I. ; MARTELETO, R.M. (orgs.) Informação e Redes Sociais: interface de teorias, métodos e objetos. Londrina: Eduel, 2015, p. 11-31.

KOFLER, L. História e dialética: estudos sobre a metodologia da dialética marxista. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2010.

LALANDE, André. Vocabulário técnico e crítico da filosofia. São Paulo: Martins Fontes, 1993.

LAVAL, P. DARDOT, C. A nova razão de mundo. São Paulo: Boitempo, 2016.

LOPES, R. S. Informação, conhecimento e valor. 2006. 174 f. Tese (Doutorado em Filosofia) – Faculdade de Ciências Humanas e Filosofia, Universidade de São Paulo, 2006, 207p.

MARTELETO, R. M. Epistemologia social e cultura digital: reflexões em torno das formas de escritas na web. Em Questão, Porto Alegre, v. 21, n. 3, p. 9-25, 2015.

MARTELETO, R. M. Redes sociais, mediação e apropriação de informações. Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação. Brasília, v.3, n.1,p.27-46, jan./dez. 2010.

MARTÍN-BARBERO, J. De los medios as la mediaciones: comunicación, cultura y hegemonía. Barcelona: Ed. Gustavo Gili, 1987.

MARTÍN SERRANO, M. La mediación social: Edición conmemorativa del 30 aniversario. Madrid : Akal, 2008.

MARTIN-SERRANO, M.. Voz "mediación".Chasqui-Rev.Latinoamericana de Comunicación, n. 114-115, p. 24-26, 2011. (publicado originalmente em: DEL CAMPO, S. (dir.). Diccionario de Ciencias sociales. Madrid: Instituto de Estudios Políticos, 1976, p. 179-184).

Disponível em: https://revistachasqui.org/index.php/chasqui/article/view/550/550

MARTINS, A. A.L.. Mediação: reflexões no campo da Ciência da Informação. 2010. 252 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação), Escola de Ciência da Informação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte.

MARTINS, A. A. L. Mediação : categoria ontológica, lógica, epistemológica e metodológica. Investigaciones Bibliotecológicas, v. 33, n. 80, p. 133-154,2019

Disponível em: http://rev-ib.unam.mx/ib/index.php/ib/article/view/58036/52003

MARTINS, A. A. L. Em torno da mediação: contribuições para fundamentação teórico-epistemológica da categoria nos estudos da informação. Ciência da Informação em Revista, v. 6, n. 1, 2019.b

MARTINS, A. A. L Mediação: perspectivas dialéticas. In: JORNADA INTERNACIONAL DA REDE MUSSI, 3, Lillie: Geriico, p. 63-74, 2018.

MARX, K. Grundrisse. São Paulo: Boitempo, 2011.

MARX, K. Contribuição à crítica da economia política. São Paulo: Expressão Popular, 2008.

MORA, J. F.. Dicionário de Filosofia 5. ed. Lisboa: Dom Quixote, 1982.

O’CONNOR, B. The concept of mediation in Hegel and Adorno. Bulletin of Hegel Society of Great Britain, n. 39/40, p. 84-96, 1999.

PORTUGAL, S. Contributos para uma discussão do conceito de rede na teoria sociológica. Coimbra: CES/Universidade de Coimbra, Oficina no. 271, 2007.

PUGLIESI, Márcio; BINI, Edson. Pequeno diccionario de filosofia. São Paulo: Hemus, 1997.

RAMBALDI, E. Mediação. In: Enciclopédia Einaudi, vol. 10, Dialectica. Lisboa: Imprensa Nacional - Casa da Moeda, 1989, p. 143-174.

ROSENTAL M. M; STRAKS, G.M. Categorias del materialismo dialético. Ciudad de Mexico: Grijalbo, 1960.






Revista Perspectivas em Ciência da Informação
Antonio Carlos, 6627 - Pampulha
31270- 901 - Belo Horizonte -MG
Brasil
Tel: 031) 3409-5227 






A revista Perspectivas em Ciência da Informação está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.
       IET          IBCT - SEER Portal Scielo Capes Periodicos UFMG        Sistema de Bibliotecas UFMG