Os usos do termo “diagnóstico de arquivos” no âmbito do poder público federal do Brasil

Marcella Mendes Gonçalves Braga, Cynthia Roncaglio

Resumo


Este artigo tem como objetivo abordar os usos do termo “diagnóstico de arquivos” por autores brasileiros e por profissionais que atuam nos setores de arquivo dos órgãos da Administração Pública Federal. O universo da pesquisa abrange análise dos diagnósticos elaborados pelos 22 ministérios que compunham o Poder Executivo Federal brasileiro em 2017. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica e documental, de caráter descritivo e analítico, observando questões relacionadas à terminologia utilizada, à definição atribuída e à finalidade para a qual os diagnósticos foram criados. Constatou-se que os diagnósticos são elaborados visando a objetivos genéricos ou específicos e que não há um padrão na concepção e formulação dos mesmos.

Palavras-chave


Arquivo; Diagnóstico de arquivos; Poder Público Federal do Brasil

Texto completo:

PDF




Revista Perspectivas em Ciência da Informação
Antonio Carlos, 6627 - Pampulha
31270- 901 - Belo Horizonte -MG
Brasil
Tel: 031) 3409-5227 






A revista Perspectivas em Ciência da Informação está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.
       IET          IBCT - SEER Portal Scielo Capes Periodicos UFMG        Sistema de Bibliotecas UFMG