Proposição e validação de um modelo de inteligência competitiva específico para instituições de ensino superior (ies) privadas

Cassiane Barbosa da Silva, Frederico Cesar Mafra Pereira, Rodrigo Baroni de Carvalho, Ricardo Vinícius Dias Jordão

Resumo


O trabalho teve como objetivos analisar práticas e ferramentas utilizadas pelas Instituições de Ensino Superior (IES) privadas de Minas Gerais para monitorarem seu ambiente competitivo, e propor e validar um modelo de Inteligência Competitiva (IC) para este segmento. O estudo foi de natureza descritiva e preditiva, via aplicação de formulário eletrônico disponibilizado a todas as IES privadas mineiras, cadastradas no e-Mec/INEP em 2015. O público-alvo foram os gestores das IES privadas pertencentes à alta administração e à coordenação de cursos, no total de 40 gestores de 27 diferentes IES. Os resultados apontaram diferentes percepções entre os entrevistados quanto ao uso de práticas e ferramentas de IC, sendo que os conceitos e práticas parecem mais difundidos na perspectiva dos gestores da alta administração. O modelo proposto contemplou as etapas do Ciclo de IC em seus construtos e foi validado por meio da Modelagem de Equações Estruturais. Concluiu-se que as práticas e ferramentas de monitoramento estão presentes nas IES mineiras em um nível informal e desestruturado. Fontes de informações como dados da concorrência e Governo não constaram como as mais monitoradas. A maioria das instituições pesquisadas não apresenta uma área específica de IC, apesar do ótimo nível de conhecimento sobre o conceito.

Palavras-chave


Inteligência Competitiva; Estratégia Competitiva; Instituições de Ensino Superior Privadas; Modelo de IC para IES

Texto completo:

PDF

Referências


BERNHARDT, D. Competitive Intelligence: how to acquire and use corporate intelligence and counter-intelligence. London: Prentice Hall, 2004.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei de Diretrizes e Bases LDB - Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em 01/12/2015. 1996.

BRASIL. Ministério da Educação/ Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais. MEC/INEP. Microdados Censo da Educação Superior. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/basica-levantamentos-acessar. Acesso em 01/12/2015. 2013.

BRASIL. Ministério da Educação. MEC/e-MEC. Instiuições de Curso Superior e Cursos Cadastrados. Recuperado de: http://emec.mec.gov.br/. Acesso em 01/12/2015. 2015.

CARDOSO JR., W.F. Inteligência empresarial estratégica: método e implantação de inteligência competitiva em organizações. Tubarão: Unisul, 2005.

CARVALHO, A.R.M.; CASAGRANDE, R.M. Instituições de Ensino Superior: um estudo sobre a adequação das gestões do conhecimento e da informação na busca de ferramentas para inteligência competitiva. In: IX Colóquio Internacional sobre Gestão Universitária na América do Sul. Disponível em: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/44245. Acesso em 01/11/2015. 2011.

CHOO, C.W. A organização do conhecimento: como as organizações usam a informação para criar significado, construir conhecimento e tomar decisões. São Paulo: SENAC, 2003.

COLAUTO, D.R.; GONÇALVES, M.C.; MADEIRA, G.J. Matriz de inteligência competitiva para gestão estratégica, pedagógica e administrativa em universidades públicas. In: IV Colóquio de Gestão Universitária nas Américas. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/66609.pdf. Acesso em 01/11/2015. 2006.

COLLIS, J.; HUSSEY, R. Pesquisa em Administração: um guia prático para alunos de graduação e pós-graduação. 2ª ed. Porto Alegre: Bookman, 2006.

CUNHA, I. B. A.; MAFRA PEREIRA, F.C; NEVES, J. T. R. Análise do fluxo informacional presente em uma empresa do segmento de serviços de valor agregado (SVA). Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v.20, p.107-128, 2015.

FULD, L.M. Inteligência competitiva: como se manter à frente dos movimentos da concorrência e do mercado. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007.

GOMES, E.; BRAGA, F. Inteligência competitiva: como transformar informação em um negócio lucrativo. 1ª ed. Rio de Janeiro: Campus, 2001.

HAIR, J.F.; BLACK, W.C.; BABIN, B.J.; ANDERSON, R.E.; TATHAM, R.L. Análise multivariada de dados. 6ª ed. Porto Alegre: Bookman, 2009.

HERRING, J.P. Key Intelligence Topics: a process to identify and define inteligence needs. Competitive Intelligence Review, v.10, n. 2, p.4-14, 1999.

HERRING, J.P. Tópicos fundamentais de inteligência: processo para identificação e definição de necessidades de inteligência. In: J. E. Prescott & S. H. Miller. Inteligência competitiva na prática. Rio de Janeiro: Campus, p. 274-291, 2002.

LODI, C.F.G. Planejamento por cenários e inteligência competitiva: integrando seus processos para tomar decisões estratégicas mais eficazes. In: C. Starec, E. Gomes, e J. Bezerra (Orgs). Gestão estratégica da informação e inteligência competitiva. São Paulo: Saraiva, p.124-142, 2005.

MACEDO, D.L.; RODRIGUES, L.C. Sistema de inteligência acadêmica como suporte à formulação de estratégias na gestão da pós-graduação stricto sensu em Administração. Recuperado de: http://biblioteca.versila.com/2610528. 2012.

MAFRA PEREIRA, F.C., BARBOSA, R.R. Uso de fontes de informação por consultores empresariais: um estudo junto ao mercado de consultoria de Belo Horizonte. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v.13, p.95-111, 2008.

MAFRA PEREIRA, F.C.; BORGES, M.A.; JORDÃO, R.V.D. Inteligência Competitiva em Redes Interorganizacionais: proposta de modelo para Centrais de Negócios. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação (XVI ENANCIB). Anais... João Pessoa, (PB), 2015.

MAFRA PEREIRA, F.C.; SANTOS, M.G.A. Inteligência Competitiva na Indústria Alimentícia: práticas adotadas e proposta de estruturação da IC em uma empresa de Processamento Mínimo de Frutas e Hortaliças de Minas Gerais. Revista Inteligência Competitiva, São Paulo, v.5, n.4, p.1-28, 2015.

MAFRA PEREIRA, F.C.; CARVALHO, R.B.; JORDÃO, R.V.D. Análise do Ciclo de Inteligência em Arranjos Produtivos Locais: estruturação e implantação do Bureau de Inteligência do APL de Software de Belo Horizonte. Revista Inteligência Competitiva, São Paulo, v.6, n.1, p.139-164, 2016.

MAFRA PEREIRA, F.C. Fontes de informação para negócios: análise sobre frequência, relevância e confiabilidade, baseada em estudo empírico com empresários e gestores organizacionais. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v.21, p.100-119, 2016.

MALHOTRA, N.K. Pesquisa de marketing: uma orientação aplicada. 3ª ed. Porto Alegre: Bookman, 2012.

MILLER, J.P. O milênio da inteligência competitiva. Business Intelligence Braintrust. Porto Alegre: Bookman, 2002.

PORTER, M.E. Estratégia competitiva: técnicas para análise de indústrias e da concorrência. 7ª ed. Rio de Janeiro: Campus, 1986.

PORTER, M.E. Vantagem competitiva: criando e sustentando um desempenho superior. 21ª ed. Rio de Janeiro: Campus, 1989.

PRESCOTT, J.E.; MILLER, S.H. Inteligência competitiva na prática: técnicas e práticas bem-sucedidas para conquistar mercados. Rio de Janeiro: Campus, 2002.

RODRIGUES, L.C.; RICCARDI, R. Inteligência competitiva: nos negócios e organizações. Maringá: Unicorpe, 2007.

TARAPANOFF, K. (org). Inteligência organizacional e competitiva. Brasília: Universidade de Brasília. Brasília: IBICT, UNESCO, 2001.

TRIVIÑOS, A.N.S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. 3ª ed. São Paulo: Atlas, 1992.

TYSON, K.W.M. Competitor intelligence manual and guide. Englewood Cliffs: Prentice Hall, 1990.

VIDIGAL, F.; NASSIF, M.E. Inteligência Competitiva: metodologias aplicadas em empresas brasileiras. Informação & Informação, Londrina, v.17, n.1, 2012.

VIDIGAL, F.. Inteligência competitiva: mapeamento de metodologias de uso estratégico da informação em organizações brasileiras. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v.17, n. 4, 2012.






Revista Perspectiva em Ciência da Informação
Antonio Carlos, 6627 - Pampulha
31270- 901 - Belo Horizonte -MG
Brasil
Tel: 031) 3409-5227 






A revista Perspectivas em Ciência da Informação está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.
       IET          IBCT - SEER Portal Scielo Capes Periodicos UFMG        Sistema de Bibliotecas UFMG