Materialização da Web Semântica: um modelo de construção dinâmica de consultas baseados em mapeamento de ontologias

Caio Saraiva Coneglian, José Eduardo Santarem Segundo

Resumo


Aproximar a linguagem computacional da humana é um desafio no processo de Recuperação da Informação. Nessa perspectiva, a Web Semântica tem permitido novos meios de tratamento dos dados contidos na Web, afim de permitir melhor compreensão do significado destas informações. Contudo, alguns dos conceitos que envolvem a Web Semântica, como as ontologias, apresentam alta complexidade, dificultando o seu uso. A dificuldade de compreensão, a estrutura que estas possuem, e a diversidade como elas são construídas, tornam o manuseio de ontologias para a descoberta do significado dos termos, algo não efetivo, impossibilitando oferecer um panorama concreto do sentido dos termos. Assim, essa pesquisa tem como objetivo propor um modelo que verifique o contexto e o significado de um termo dentro de uma ontologia. Para tal, foi realizado pesquisa bibliográfica, construção do modelo e a implementação de um protótipo, como prova de conceito, para a verificação dos resultados. O modelo e a implementação apresentam como resultado o tratamento genérico de ontologias, obtendo o significado e o contexto que um termo possui. Baseados nos resultados identifica-se que a utilização de ontologias permite que sistemas computacionais possam apresentar uma perspectiva ampliada do contexto dos dados, atendendo mais eficazmente as necessidades informacionais dos usuários.

Palavras-chave


web semântica, ontologias, SPARQL

Texto completo:

PDF PDF

Referências


BERNERS-LEE, T. et al. Uniform Resource Identifier (URI): Generic Syntax. 2005. Disponível em: . Acesso em: 16 mai. 2016.

BERNERS-LEE, T. Linked data principles. 2006. Disponível em: Acesso em: 10 abr. 2015.

CYGANIAK, R.; JENTZSCH, A. The Linking Open Data cloud diagram. 2014. Disponível em: . Acesso em: 13 aug. 2015.

EUROPEANA. Definition of the Europeana Data Model v5.2.6. 2014. Disponíve em: Acesso em: 17 fev. 2016.

EUROPEANA. Europeana Data Model Primer. 2013. Disponíve em: < http://pro.europeana.eu/files/Europeana_Professional/Share_your_data/Technical_requirements/EDM_Documentation/EDM_Primer_130714.pdf> Acesso em: 1º jun. 2016.

FERREIRA, J. A.; SANTOS, P. L. V. A. C. O modelo de dados resource description framework (RDF) e o seu papel na descrição de recursos. Informação & Sociedade. João Pessoa, v. 23, n. 2, p. 13-23, maio/ago. 2013. Disponível em: Acesso em: 16 maio 2016.

HASLHOFER, B.; ISAAC, A.. data. europeana. eu: The europeana linked open data pilot. In: International Conference on Dublin Core and Metadata Applications. 2011. p. 94-104.

HEATH, T. Linked data-connect distributed data across the web. 2012. Disponível em: . Acesso em: 14 aug. 2015.

HJØRLAND, B.. What is knowledge organization (KO)?. Knowledge organization. International journal devoted to concept theory, classification, indexing and knowledge representation, 2008.

SANTAREM SEGUNDO, J. E. Web Semântica, dados ligados e dados abertos: uma visão dos desafios do Brasil frente às iniciativas internacionais. Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, v.8, n. 2, 2015.

WINER, D.; ROCHA, I. E. Europeana: um projeto de digitalização e democratização do patrimônio cultural europeu. Patrimônio e Memória, 2013.






Revista Perspectiva em Ciência da Informação
Antonio Carlos, 6627 - Pampulha
31270- 901 - Belo Horizonte -MG
Brasil
Tel: 031) 3409-5227 






A revista Perspectivas em Ciência da Informação está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.
       IET          IBCT - SEER Portal Scielo Capes Periodicos UFMG        Sistema de Bibliotecas UFMG