A Revista Perspectivas em Ciência da Informação e seu panorama científico no período 2010 a 2014

Wanderley Pivatto Brum, Jesiel Sildo da Cunha, Victor Hugo Gressler Pianezzola

Resumo


O presente trabalho tem por objetivo analisar a produção da Revista Perspectivas em Ciência da Informação, no período de 2010 a 2014, tendo como critérios os apontados pela Scientific Eletronic Library Online (SciELO) como política e visibilidade dos periódicos brasileiros. Caracteriza-se essa investigação como documental. Para a análise, buscou-se observar, no período analisado da revista, as categorias: artigos, referências, autores dos artigos, editoração e financiamento. A partir da análise empreendida, os resultados apontam predominância de artigos originais, redigidos em português e as fontes referenciadas, equilibra-se por livros e textos em português. Conclui-se que, há uma predominância de artigos publicados em português, o que poderá ser repensado pela revista, caso a opção da mesma seja pela internacionalização; assim, nesse caso, há a necessidade da publicação de artigos principalmente em língua inglesa, ampliação do número de avaliadores e membros do corpo editorial vinculados a instituições estrangeiras.

Palavras-chave


Produção científica. Análise bibliométrica. Perspectivas em Ciência da Informação.

Texto completo:

PDF

Referências


AMIN, M.; MABE, M. Impact factors: use and abuse. Perspectives in publising, Amsterdam, n. 1, p. 1-6, oct. 2000.

ARAÚJO, R. F.; ALVARENGA, L. A bibliometria na pesquisa científica da pós-graduação brasileira de 1987 a 2007. Enc. Bibli: R. Eletr. Bibliotecon. Florianópolis, v. 16, n. 31, p.51-70, 2011.

ARAÚJO, C. A. A.; MELO, M. O. T. Análise dos quinze anos do periódico Perspectivas em Ciência da Informação. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 16, n. 4, p. 243-256, 2011.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6022: Informação e documentação - artigo em publicação periódica científica impressa – apresentação. Rio de Janeiro. 2003.

CARVALHO, Y. M.; MANOEL, E. J. Para além dos indicadores de avaliação da produção intelectual na grande área da saúde. Movimento, Porto Alegre, v. 12, n. 3, p. 193-225, set./dez. 2006.

FOUCAULT, M. Arqueologia do Saber. 7. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2005.

GAGNEBIN, J.M. Sete aulas sobre linguagem, memória e história. Rio de Janeiro: Imago, 2005.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de Pesquisa Social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GRAMSCI, A. Os intelectuais e a organização da cultura. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1978.

LIBERATORE, G.; HERRERO-SOLANA, M.; GUIMARÃES, A.P.Análise bibliométrica do periódico Ciência da Informação durante o período 200-2004. Brazilian Journal of Information Science, v. 1, n. 2, p. 3-21, 2007. Disponível em: http://www2.marilia.unesp.br/revistas/index.php/bjis/article/view/29. Acesso em: 05 jul. 2015.

MATOS, E. B. S. et al. Congresso ANPCONT: análise bibliométrica descritiva e avaliativa dos artigos publicados de 2007 a 2011. Enfoque Reflexão Contábil, Maringá, v. 31, n. 3, p. 73-88, set./dez. 2012.

NUNES, T.; BRYANT, P. Children doing mathematics. Oxford: Blackwell, 1996.

PACKER, A.L. Os periódicos brasileiros e a comunicação da pesquisa nacional. Revista USP, v. 89, p. 26-81, mar./mai. 2011.

ORLANDINI, R. Entrevista Abel Packer. ComCiência, 2012. Disponível em: . Acesso em: 22 jul. 2015.

PADILHA, M. I. et al. A internacionalização do conhecimento e o aumento da qualidade e da visibilidade dos periódicos brasileiros. Texto Contexto Enferm, Florianópolis, 2014 Jul-Set; 23(3): 515-516.

PAGÈS, J. Aproximación a un currículum sobre el tiempo histórico. In: RODRÍGUEZ FRUTOS, J. (Ed.). Enseñar historia. Nuevas propuestas. Barcelona: Laia; Cuadernos de Pedagogía, 1989. p. 107-138.

RIGHETTI, S. Produção científica do Brasil aumenta, mas qualidade cai. Folha de S. Paulo, São Paulo, 22 abr. 2013. Disponível em: . Acesso em: 08 jul. 2015.

SCIELO. Critérios, política e procedimentos para a admissão e a permanência de periódicos científicos na Coleção SciELO Brasil. 2014. Disponível em: . Acesso em: 10 jul. 2015.

STREHL, L. O fator de impacto do ISI e a avaliação da produção científica: aspectos conceituais e metodológicos. Ci. Inf., Brasília, v. 34, n. 1, p.19-27, jan./abr. 2005.






ISSN 1981-5344 (Online)
rodapé PCI
Revista Perspectivas em Ciência da Informação
Antonio Carlos, 6627 - Pampulha
31270- 901 - Belo Horizonte -MG
Brasil
Tel: (31) 3409-5227 





cc
A Revista Perspectivas em Ciência da Informação está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
       IET          IBCT - SEERweb of scence

Capes        Sistema de Bibliotecas UFMG           ECI- UFMG            Periodicos UFMG       Portal Scielo