Fluxos de informação em projetos de inovação: estudo em três organizações

Wánderson Cássio Oliveira Araújo, Edna Lúcia da Silva, Gregório Varvakis

Resumo


Os fluxos de informação são responsáveis pela busca, seleção, tratamento, armazenamento, disseminação e uso das informações necessárias aos processos organizacionais que resultam em conhecimento com valor agregado às necessidades dos projetos de inovação. Analisou-se o fluxo de informação em projetos de inovação em nível tático e estratégico. Utilizou-se a pesquisa exploratória-descritiva de abordagem qualitativa com procedimentos técnicos caracterizados por estudo de múltiplos casos. O locus da pesquisa foi composto por uma organização com fins lucrativos, uma fundação sem fins lucrativos e um projeto de pesquisa de uma IES. A coleta de dados foi executada em duas etapas utilizando os seguintes instrumentos de pesquisa: (i) entrevista com o nível estratégico; (ii) questionário com o nível tático do projeto. Oito variáveis de pesquisa foram utilizadas, para a análise, divididas nas dimensões (i) elementos: atores, canais, fontes de informação e tecnologia; e (ii) aspectos: necessidades, determinantes de escolha e uso, barreiras e velocidade. Confirmou-se que fluxo de informação é processo crucial para a criação de conhecimento nos projetos estudados. Esse processo é dinâmico e influenciado pelas peculiaridades dos projetos. A administração adequada do fluxo de informação é desejável para efetivo sucesso do projeto e maximização de resultados do ponto de vista informacional.

Palavras-chave


Gestão da informação; Fluxos de informação; Canais de comunicação; Fontes de informação; Inovação.

Texto completo:

PDF

Referências


ALBAGLI, Sarita; MACIEL, Maria Lucia. Informação e conhecimento na inovação e no desenvolvimento local. Ciência da Informação, Brasília, v. 33, n. 3, p.9-16, dez. 2004.

AMARA, Nabil; LANDRY, Réjean. Sources of information as determinants of novelty of innovation in manufacturing firms: evidence from the 1999 statistics Canada innovation survey. Technovation, n.25, p. 245-259, 2005.

BEAL, Adriana. Gestão estratégica da informação: como transformar a informação e a tecnologia da informação em fatores de crescimento e de alto desempenho nas organizações. São Paulo: Atlas, 2009.

CASTELLS, Manuel. O espaço de fluxos. In: ______. A sociedade em rede. 8. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2005. v. 1. Cap. 6. p. 467-521.

CHOO, ChunWei. A organização do conhecimento: como as organizações usam a informação para criar significado, construir conhecimento e tomar decisões. 2. ed. São Paulo: SENAC, 2006.

DAVENPORT, Thomas H.; PRUSAK, Laurence. Ecologia da informação. São Paulo: Futura, 1998.

FAGERBERG, Jan. Innovation: a guide to the literature. In: FAGERBERG, Jan; MOWERY, David C.; NELSON, Richard R. The Oxford Handbook of Innovation. Oxford: Oxford University Press, 2005. p. 1-25.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de metodologia científica. São Paulo: Atlas, 2003.

OECD. Manual de Oslo: diretrizes para coleta e interpretação de dados sobre inovação. Tradução de Flávia Gouveia. 3. ed. Brasília: Finep, 2005.

PLEKHANOVA, Valentina; SMITH, Peter; HAMDAN, Khaled. A role of quality of information for innovation: Leadership style and information management. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON INNOVATIONS IN INFORMATION TECHNOLOGY, 8, 2012, Abu Dhabi. Innovations. Abu Dhabi: Ieee, 2012. p. 344 - 349.

PORTER, Michael E; MILLAR, Victor, E. Como a informação proporciona vantagem competitiva. In: PORTER, Michael E. Competição. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009. p. 73-96.

SCHUMPETER, Joseph Alois. The theory of economic development: An inquiry into profits, capital, credit, interest, and the business cycle. Harvard University Press, 1934.

SOUZA, Maria da Paixão Neres de. Abordagem inter e transdisciplinar em Ciência da Informação. In: TOUTAIN, Lídia Maria Batista Brandão (Org.). Para Entender a Ciência da Informação. Salvador: UFBA, 2007. p. 75-90.

TZABBAR, Daniel; AHARONSON, Barak S.; AMBURGEY, Terry L. When does tapping external sources of knowledge result in knowledge integration?. ResearchPolicy, v. 42, n. 2, p.481-494, Mar. 2013.

VARIS, Miika; LITTUNEN, Hannu. Types of innovation, sources of information and performance in entrepreneurial SMEs. European Journal of Innovation Management, v.3, n. 2, p. 128-154, 2010.




DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1981-5344/2601



rodapé PCI
Revista Perspectivas em Ciência da Informação
Antonio Carlos, 6627 - Pampulha
31270- 901 - Belo Horizonte -MG
Brasil
Tel: (31) 3409-5227 





cc
A Revista Perspectivas em Ciência da Informação está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
DOAJ           IBCT - SEERCapes       Sistema de Bibliotecas UFMG           ECI- UFMG            Periodicos UFMG       Portal Scielo