As bibliotecas universitárias em perspectiva histórica: a caminho do desenvolvimento durável

Martha Suzana Cabral Nunes, Kátia de Carvalho

Resumo


Apresenta a evolução das bibliotecas universitárias como instituições seculares, cuja evolução dá-se a partir do crescimento bibliográfico e do surgimento das primeiras universidades na Idade Média. O objetivo desse artigo é compreender a evolução das bibliotecas universitárias em uma perspectiva histórica de modo a identificar suas características específicas, seus agentes e os dispositivos adotados por essas instituições difusoras do conhecimento. Utilizou-se de pesquisa bibliográfica e documental para elaboração do artigo e discussão do tema. Conhecer esse percurso histórico possibilita a apreensão dos primeiros vestígios das bibliotecas universitárias e sua evolução, seus percalços e desafios, assim como situa a atuação dos profissionais da informação na condução de ações de mediação e apropriação da informação na perspectiva da formação de indivíduos não apenas competentes em informação, mas capazes de exercer seu protagonismo social.

Palavras-chave


Biblioteca universitária. Biblioteconomia. Profissional da informação.

Texto completo:

PDF

Referências


ANZOLIN, Heloisa Helena; SERMANN, Lucia Izabel C. Biblioteca universitária na era planetária. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 2006, Salvador. Anais... Salvador: UFBA, 2006. p.1-14.

ARAÚJO, Emanuel. A construção do livro. 2.ed.São Paulo: Fundação Editora da UNESP, 2008.

BARBIER, Frédéric. Histoire des bibliothèques: d’Alexandrie aux bibliothèques virtuelles. Paris: Armand Colin: 2013.

BATTLES, Matthew. A conturbada história das bibliotecas. Trad. João Vergílio Galerani Cuter. São Paulo: Editora Planeta do Brasil, 2003.

BIU. Bibliothèque Interuniversitaire de la Sorbonne. A l’origine: la bibliothèque de la rue Saint-Jacques (1770-1823). Postado em 11 Oct. 2006. Disponível em: www.bibliotheque.sorbonne.fr/biu. Acesso em: 09 jan. 2015.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei Nº 10.861, de 14 abril 2004. Institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES e dá outras providências, 2004. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/lei/l10.861.htm. Acesso em: 14 mar. 2014.

______. Lei Nº 9.674 25, de junho 1998. Regulamenta a profissão de bibliotecário e aborda outras questões. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9674.htm. Acesso em: 14 mar. 2014.

______. Ministério da Educação. Lei Nº 9.394, de 20 dezembro 1996, Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, 1996. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seed/arquivos/pdf/tvescola/leis/lein9394.pdf. Acesso em: 14 mar. 2014.

BURKE, Peter. Uma história social do conhecimento: de Gutenberg a Diderot. Trad. Plínio Dentzien. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2003.

CARVALHO, Kátia de. O profissional da informação: o humano multifacetado. DataGramaZero, Revista de Ciência da Informação, v. 3, n. 5, out. 2002.

CUNHA, Murilo Bastos da. Construindo o futuro: a biblioteca universitária brasileira em 2010. Ci. Inf., Brasília, v. 29, n. 1, p. 71-89, jan./abr. 2000.

FISCHER, Steven Roger. História da leitura. Trad. Claudia Freire. São Paulo: UNESP, 2006.

MARTINS, Wilson. A palavra escrita: história do livro, da imprensa e da biblioteca. 2.ed. São Paulo: Ed. Ática, 1996.

MIRANDA, Antonio Lisboa Carvalho de. Biblioteca universitária no Brasil: reflexões sobre a problemática. 2006. Disponível em: . Acesso em: 18 abr. 2014.

______. Acervos de livros das bibliotecas das instituições de ensino superior no Brasil: situação problemática e discussão de metodologia para seu diagnóstico permanente. Ci. Inf., Brasília, v. 22, n. 1, p. 30-40, jan./abr. 1993.

MORAES, Rubens Borba. Livros e bibliotecas no Brasil Colonial. 2. ed. Brasília, DF: Briquet de Lemos, 2006.

ORTEGA, Cristina Dotta. Relações históricas entre Biblioteconomia, Documentação e Ciência da Informação. DataGramaZero, Revista de Ciência da Informação, v. 5, n. 5, out. 2004. Disponível em: http://www.dgz.org.br/out04/Art_03.htm. Acesso em: 06 out. 2013.

OTLET, Paul. Traité de documentation. Le livre sur le livre. 2. ed. Liège: Centre de lecture publique de la communauté française de Belgique, 1989.

RANGANATHAN, Shiyali R. As cinco leis da Bibliotconomia. Tradução de Tarcísio Zandonade. Brasília: Briquet de Lemos, 2009.

REIS, Marivaldina Bulcão. Biblioteca Universitária e a disseminação da informação. 2008. 260f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Universidade Federal da Bahia, Salvador.

RUSSO, Mariza. A biblioteca universitária no cenário brasileiro. 2003. Disponível em: http://repositorio.cfb.org.br/bitstream/123456789/387/1/A%20BIBLIOTECA%20UNIVERSIT%C3%81RIA%20NO%20CEN%C3%81RIO%20BRASILEIRO.pdf. Acesso em: 22 abr. 2014.

SANTOS, Raquel do Rosário. Espaço virtual e a comunicação com os usuários para a mediação da informação: utilização pelas bibliotecas das universidades federais e estaduais brasileiras. 2012. 248 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal da Bahia, Instituto de Ciência da Informação, Salvador.

SANTOS, Raquel do Rosário; GOMES, Henriette Ferreira; DUARTE, Emeide Nóbrega. O papel da biblioteca universitária como mediadora da informação para construção de conhecimento coletivo. DataGramaZero, Revista de Informação, v. 15, n.2, art. 04, abr. 2014. Disponível em: http://www.dgz.org.br/abr14/F_I_art.htm. Acesso em: 18 abr. 2014.

SILVEIRA, Fabrício José Nascimento da. O bibliotecário como agente histórico: do “humanista” ao “moderno profissional da informação”. Inf. & Soc., João Pessoa, v. 18, n. 3, p. 83-94, set./dez.2008.

SNBP. Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas. Disponível em: . Acesso em: 14 mar. 2014.

SORBONNE. La fondation de la Sorbonne au Moyen Âge par le théologien Robert de Sorbon. Disponível em: http://www.sorbonne.fr/la-sorbonne/histoire-de-la-sorbonne/la-fondation-de-la-sorbonne-au-moyen-age-par-le-theologien-robert-de-sorbon/ Acesso em: 17 jan. 2015.

SOUZA, Francisco das Chagas de. O ensino de Biblioteconomia no contexto brasileiro: século XX. Florianópolis: Ed. da UFSC, 2009.

VEIGA, Cynthia Greive. História da Educação. São Paulo: Ática, 2007.






rodapé PCI
Revista Perspectivas em Ciência da Informação
Antonio Carlos, 6627 - Pampulha
31270- 901 - Belo Horizonte -MG
Brasil
Tel: (31) 3409-5227 





cc
A Revista Perspectivas em Ciência da Informação está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
DOAJ           IBCT - SEERCapes       Sistema de Bibliotecas UFMG           ECI- UFMG            Periodicos UFMG       Portal Scielo