Information actions in science and technology: institutionalities, agencies and subjects

Rodrigo Rabello

Resumo


Considerando a influência das novas formas de agência – intervenção e interação de sujeitos – no contexto da intermediação da informação, objetiva-se abordar ações de informação em ciência e tecnologia (C&T) à luz de institucionalidades envolvidas. Para tanto, considera-se como pressuposto a influência de um modelo teórico que emerge na Ciência da Informação (CI) em contraponto a um modelo denominado de “sistêmico”, tendo em vista as atuais formas interventivas e interativas propiciadas com a Web. O texto está estruturado em dois tópicos centrais que trazem: i. construções teóricas e epistêmicas do conceito “ação de informação”; e ii. interpretação particular orientada pelo construto “ação de informação em C&T”, tomando como objeto ações realizadas pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), direcionadas a excelência da informação. Ao final, discorreu-se sobre como as limitações do “modelo sistêmico” têm propiciado a construção de novos objetos de estudo no modelo que emerge na CI, a partir de contrapontos e inovações teóricos pensados diante das diversificadas formas de ações de informação, considerando, como exemplo, a atuação dos sujeitos no que concerne à validação da informação no cenário contemporâneo de intermediação institucional.

Palavras-chave


Ações de informação; Informação em ciência e tecnologia; Ciência da Informação; IBICT.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Ministério da Ciência e Tecnologia. Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia. PDU. Plano Diretor do IBICT: 2011-2015: [planejamento estratégico do IBICT]. Brasília, [2010]. 32 p.

______. ______. ______. TCG. Termo de Compromisso de Gestão que entre si celebram o MCT e o IBICT, [2011]. 29 p.

______. ______. ______. Missão. Brasília: IBICT, [2012]. Disponível em: . Acesso em: 14 abr. 2012.

______. ______. ______. [Pesquisa e Pós-graduação]. Brasília: IBICT, 2014. Disponível em: . Acesso em: 25 mar. 2013.

CAPURRO, R. Epistemologia e Ciência da Informação. [S.l.:s.n.], 2003. Disponível em: . Acesso em: 30 out. 2005.

CASE, D. O. Information Behavior. ARIST, v.40, p.293-327, 2006.

COURTRIGHT, C. Context in Information Behavior Research. ARIST, v.41, p. 273-306, 2007.

DERVIN, B.; NILAN, M. Information needs and uses. ARIST, v.21, p.3-33, 1986.

FERNANDES, G. C. Ações de informação e práticas documentárias como políticas difusas de memória. InCID: R. Ci. Inf. e Doc., v. 2, n. 1, p. 208-226, jan./jun. 2011. Disponível em: . Acesso em: 12 out. 2012.

FIGUEIREDO, M. F. Busca e validação da informação imagética na web. 2011. 108p. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia, Rio de Janeiro, 2011.

FISHER, K.; JULIEN, H. Information Behavior. ARIST, v. 43, p.317-358, 2009.

FREIRE, I. M.; FREIRE, G. H. A. Ações de informação para o ensino médio no Laboratório de Tecnologias Intelectuais – Lti. MPGOA, v.2, n.1, p. 123-137, 2013. Disponível em: . Acesso em: 12 dez. 2013.

FROHMANN, B. Taking policy beyond information science: applying the actor network theory for connectedness: information, systems, people, organizations. In: ANNUAL CONFERENCE CANADIAN ASSOCIATION FOR INFORMATION SCIENCE, 23., 1995, Edmond, Alberta.

GONZÁLEZ DE GOMEZ, M. N. O caráter seletivo das ações de informação. Informare, v.5, n.2, p.7-35, 1999.

______. La Sociedad del conocimiento. Análise del concepto referente. In: CONTRIBUCIÓN AL DESARROLLO DE LA SOCIEDAD DEL CONOCIMIENTO. Eds.Margarita Almeida de Ascencioet alii. México, UNAM, Centro Universitário de Investigaciones Bibliotecológicas, 2000. 486 p.; p.15-32. Trabalhos apresentados no XVII Coloquio Internacional de Investigación Bibliotecológica.

______. Novos cenários políticos para a informação. Ci. Inf., v. 31, n. 1, p. 27-40, jan./abr. 2002.

______. As relações entre ciência, Estado e sociedade: um domínio de visibilidade para as questões da informação. Ci. Inf., v. 32, n. 1, p. 60-76, jan./abr. 2003.

______. Novas fronteiras tecnológicas das ações de informação: questões e abordagens. Ci. Inf., v.33, n. 1, p. 55-67, jan./abr. 2004.

______. Da validade da informação à validade dos conhecimentos: inventariando recursos, normas e critérios. Rio de Janeiro: PPGCI- IBICT- UFRJ, 16 ago. 2011. 34p. Projeto de pesquisa apresentado ao CNPq para obtenção de bolsa PQ.

HABERMAS, J. Fundamentação linguística da Sociologia. Lisboa: Edições 70, 2010.

LATOUR, B.; HERMANDT, È. Redes que a razão desconhece: laboratórios, bibliotecas, coleções. In: PARENTE, A. Tramas da rede: novas dimensões filosóficas, estéticas e políticas da comunicação. Porto Alegre: Sulina, 2004. p. 39-63.

PETTIGREW, K. E.; FIDEL, R.; BRUCE, H. Conceptual frameworks in information behavior. ARIST, v. 35, p. 43-78, 2001.

AUTHOR, 2012.

AUTHOR, 2013a

AUTHOR, 2013b.

AUTHOR, 2014.

AUTHOR, et al., 2013.

RIEH, S. Y. Judgment of information quality and cognitive authority in the Web. JASIST, v.53, n.2, p.145-161, 2002.

RIEH, S. Y.; BELKIN, N. J. Understanding judgment of information quality and cognitive authority in the WWW. In: ANNUAL MEETING OF THE AMERICAN SOCIETY FOR INFORMATION SCIENCE, 61., 1998. [S.l.]. Proceedings… [S.l.: s.n.], 1998.

ROCHA, E. C.; SOUSA, M. F. E. Metodologia para avaliação de produtos e serviços de informação. Brasília: IBICT, 2011. 81 p.

SARACEVIC, T. Relevance: a review of and a framework for the thinking on the notion in information science. In: BRAGA, G.M.; PINHEIRO, L.V.R. (Org.). Desafios do impresso ao digital: questões contemporâneas de informação e conhecimento. Brasília: UNESCO; IBICT, 2009. p. 15-70.

WEBER, M. Ação social e relação social. In: FORACCHI, M.M.; MARTINS, J.S. Sociologia e sociedade: leituras de introdução à Sociologia. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, 1978. p.139-144.

WERSIG, G.; WINDEL, G. Information Science needs a theory of 'information actions'. Social Science Information Studies, v. 5, p.11-23, 1985.






rodapé PCI
Revista Perspectivas em Ciência da Informação
Antonio Carlos, 6627 - Pampulha
31270- 901 - Belo Horizonte -MG
Brasil
Tel: (31) 3409-5227 





cc
A Revista Perspectivas em Ciência da Informação está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
DOAJ           IBCT - SEERCapes       Sistema de Bibliotecas UFMG           ECI- UFMG            Periodicos UFMG       Portal Scielo