A organização do conhecimento em ambientes digitais: aplicação da teoria da classificação facetada

Flavio Vieira Pontes, Gercina Ângela Borém de Oliveira Lima

Resumo


Partindo da constatação de que os conhecimentos desenvolvidos pela Biblioteconomia e a Ciência da Informação não têm sido amplamente aplicados ou adaptados para o ambiente digital, apresenta-se uma abordagem baseada na classificação facetada para a organização de acervos digitais. Apresenta-se inicialmente, buscando o esclarecimento conceitual, os conceitos de informação e conhecimento, bem como da organização da informação/conhecimento. Em seguida, é brevemente discutida a importância dos esquemas classificatórios na representação e organização do conhecimento, buscando facilitar a descoberta e recuperação da informação. É apresentada, em seguida, a Teoria da Classificação Faceta, além de discutida a sua aplicação como mecanismo para organização do conhecimento em ambientes digitais. Objetiva-se a criação de mecanismos mais eficazes para a navegação e exploração destes acervos, de modo a facilitar a recuperação da informação nestes ambientes. Ao final são apresentados os resultados iniciais de nossa pesquisa, que busca determinar o valor da aplicação de uma taxonomia facetada para a organização do conhecimento em uma biblioteca digital de teses dissertações.

Palavras-chave


Organização do conhecimento; teoria da classificação facetada; bibliotecas digitais; navegação hipertextual; taxonomia facetada

Texto completo:

PDF




rodapé PCI
Revista Perspectivas em Ciência da Informação
Antonio Carlos, 6627 - Pampulha
31270- 901 - Belo Horizonte -MG
Brasil
Tel: (31) 3409-5227 





cc
A Revista Perspectivas em Ciência da Informação está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
DOAJ           IBCT - SEERCapes       Sistema de Bibliotecas UFMG           ECI- UFMG            Periodicos UFMG       Portal Scielo