A abordagem contextual em arquivos pessoais: o caso do fundo guita mindlin

José Victor das Neves, Laiza Gomes de Souza, Pedro José de Carvalho Neto

Resumo


Este trabalho tem como objetivo apresentar o processo de descrição fundo de Guita Mindlin, pertencente ao acervo da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin, da Universidade de São Paulo. O fundo é constituído principalmente por documentos relativos ao envolvimento de sua titular com o mundo da conservação e do restauro de livros e documentos, profissão que exerceu a partir da década de 1970. Grande parte dos documentos também diz respeito aos cargos que Guita ocupou na Associação Brasileira de Encadernação e Restauro (ABER). A descrição dos documentos foi realizada de acordo com a chamada abordagem contextual de arquivos pessoais, que possibilitou a criação de uma cronologia da vida da titular do fundo, em que se buscou relacionar os documentos às atividades e eventos dos quais se originaram. Nesse processo, procurou-se desenvolver um instrumento de pesquisa, de modo a proporcionar o acesso ao fundo, de grande interesse para o estudo da história da conservação e do restauro de livros e documentos no Brasil.

Palavras-chave


Arquivos pessoais. Descrição arquivística. Abordagem contextual.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
A revista Múltiplos Olhares em Ciência da Informação está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.