ARQUIVOS E BIBLIOTECAS NO CONTEXTO DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO: ENLACES PARADIGMÁTICOS

Jorge Santa Anna

Resumo


Pretende-se, a partir deste estudo, identificar, no âmbito de um arquivo e de uma biblioteca pública, os pontos paradigmáticos oriundos da Ciência da Informação, os quais ampliam as práticas profissionais realizadas nessas unidades. Apresenta referencial teórico acerca dos paradigmas da Arquivologia, da Biblioteconomia e da Ciência da Informação. Realiza estudo de caso, por meio da técnica da observação, através de duas visitas em cada uma das unidades. Os resultados confirmaram que os pontos paradigmáticos existentes em ambas as unidades diz respeito à preocupação acentuada com a recuperação da informação e forte tendência à informatização. As demais práticas realizadas demonstram um aspecto tecnicista, operacional, cujo foco principal das atenções tem sido atribuído ao documento e sua gestão no âmbito das tecnologias, não sendo contempladas questões cognitivas e pedagógicas direcionadas ao usuário, como também não tem sido dada atenção especial ao fluxo e canais de informação e ao processo comunicativo, o que afere uma falha quanto à transferência e uso da informação. Em linhas gerais, esses aspectos demonstram uma aproximação com o paradigma físico da informação e um distanciamento com o paradigma cognitivo e social propostos pela Ciência da Informação.

Palavras-chave


Arquivologia; Biblioteconomia; Ciência da Informação; Pontos paradigmáticos.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
A revista Múltiplos Olhares em Ciência da Informação está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.