GESTÃO DE PROCESSOS DE NEGÓCIOS E ARQUIVOS: REFLEXÕES INICIAISA PARTIR DO GUIA CBOK

Lorena Stephanie de Camargo

Resumo


Resumo: Em resposta às transformações contemporâneas, muitas organizações têm sinalizado uma tendência em modificar o gerenciamento funcional por aquele baseado em processos. Comumente conhecido como Gerenciamento de Processos de Negócios (BPM), esse novo formato de gestão, que se propõe a construir uma visão holística para organizar, estruturar e conduzir o negócio, impõe às organizações uma série de desafios para sua implantação e manutenção, muitos dos quais envolve o uso de informação, sendo que parte delas encontra-se registrada em documentos arquivísticos. Diante desse cenário, o artigo busca realizar uma análise inicial dos possíveis diálogos que podem ser estabelecidos entre Gestão de Processos de Negócios e arquivos. Assim, a partir de um levantamento no guia Business Process Management Common Body of Knowledge – CBOK – e na literatura nacional de arquivologia, foi realizado um breve estudo para verificar como as áreas podem estabelecer relações e influências entre si. Como resultado, foi possível perceber que os arquivos têm a contribuir com as práticas BPM assim como as práticas BPM podem auxiliar, e até mesmo influenciar, os procedimentos de arquivo, o que reforça o diálogo entre arquivologia e administração e, consequentemente, a valorização do arquivo dentro do ambiente organizacional.

Texto completo:

PDF