Patrimônio Histórico Cultural: um olhar sobre a construção do mapeamento das comunidades negras e quilombolas do Cariri Cearense

Marilucia Antonia de Sousa, Ana Paula Lucio Pinheiro, Ana Cleide Lucio Pinheiro, Lucilene da Silva Assunção, Joselina da Silva

Resumo


O grupo de valorização negra do Cariri - GRUNEC desenvolveu o mapeamento das comunidades negras e quilombolas do Cariri, com o propósito de identificar e documentar suas histórias para que estas comunidades sejam reconhecidas como membros atuantes na sociedade. O grupo visitou 25 comunidades em 15 municípios, sendo que apenas seis destas comunidades se identificam como quilombolas. O mapeamento aborda questões como preconceito, identidade e o acesso a políticas públicas. Este artigo tem como objetivos analisar e compreender a construção do mapeamento das comunidades negras e quilombolas pelo grupo GRUNEC e entendê-lo como uma reconstrução do patrimônio histórico e cultural do Cariri Cearense. Para o desenvolvimento do trabalho foram realizadas entrevistas com membros do GRUNEC, análise do mapeamento realizado por eles e observação de campo. Esta é uma pesquisa em andamento, por conseguinte seus dados ainda poderão sofrer maiores análises.

Palavras-Chave: Mapeamento. Patrimônio Histórico. GRUNEC.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
A revista Múltiplos Olhares em Ciência da Informação está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.